19/04/2018 às 16:13

Especialista detalha tendências em tecnologias para o varejo de móveis

Internet

Informação é um fator que vem se tornando cada vez mais acessível e comum dentro do meio digital, transformando-se em uma comodidade importante no mundo. Com isso, muito dessa informação adquirida, surge para o setor moveleiro como uma possibilidade de estabelecer e abranger tendências em tecnologias para o varejo de móveis. Profissionais como o diretor de desenvolvimento de negócios do PayPal Brasil, Thiago Chueiri, visualizam esse momento como uma oportunidade de enxergar tecnologias que possam ser utilizadas no setor em tempos de transição.

“Isso diz muito sobre o momento que vivemos e também sobre o que veremos pela frente no curto prazo. O conceito de big data já é um ativo fundamental para alavancar negócios e turbinar a carteira de clientes – em todas as latitudes. O ano será de consolidação de algumas tecnologias com as quais estamos começando a nos acostumar, mas também veremos um crescimento bastante acelerado de outras que precisam se tornar onipresentes para que os novos modelos de negócio no varejo possam deslanchar”, comenta o profissional.

Na visão de Chueiri, é possível imaginar algumas tendências em tecnologias para o varejo nesse cenário. A primeira tendência levantada pelo profissional, é que os dispositivos móveis serão usados para fazer compras como nunca antes. Sendo praticamente uma realidade, na ótica dele, o índice aumenta, até porque comodidade e praticidade estão na pauta do consumidor há muito tempo.

Ainda segundo o profissional, quem apostou nesse mercado parece já estar colhendo frutos. Na Black Friday do ano passado, por exemplo, segundo números do Ebit, o share de pedidos de compras feitos via celular aumentou 81,8% na comparação com 2016, quase 30% dos pedidos foram realizados por meio de dispositivos móveis. Ou seja, os aplicativos se apresentam como uma tendência em tecnologias para o varejo de móveis interessante para 2018.

Outras tendências em tecnologias para o varejo de móveis

Em relação a indústria, a tendência em tecnologias para o varejo de móveis é que pequenas e médias empresas tenham aplicativos para smartphones em busca de maior número de vendas. O que já foi uma impossibilidade econômica para os pequenos e médios empresários está se tornando um horizonte a ser considerado de acordo com o profissional.

“O desafio, ainda, é desenvolver um aplicativo que ofereça ao cliente uma experiência de compra rica o suficiente para convencê-lo a manter o programa instalado em seu device. Mas, em se tratando de um mercado (este também) em que impera a lei da oferta e da demanda, tenho certeza de que vamos chegar a bom termo no curto prazo e as PMEs terão, à disposição, aplicativos tão intuitivos quanto as grandes empresas de varejo”, comenta.

De acordo com o diretor de desenvolvimento de negócios do PayPal Brasil, 2018 será o ano da realidade virtual e da realidade aumentada. Graças a elas, o consumidor poderá ver como um móvel novo ficaria em sua sala, ou o caimento de uma roupa, por exemplo. Com auxílio dos óculos de VR, o cliente pode caminhar virtualmente por uma loja. Segundo Chueiri, ambas as tecnologias estarão disponíveis para o pequeno varejo lá fora ainda esta ano, e algumas experiências podem chegar ao mercado brasileiro.

Com a tendência clara do mercado tecnológico, se percebe que pessoas não fazem transações pela alegria da experiência de pagamento, e sim para experimentar a alegria e o valor dos produtos e serviços de que precisam ou querem. Outra tendência em tecnologias para o varejo de móveis pontuada pelo profissional, é que as lojas do setor serão ultratecnológicas, sendo mais um passo no que há algum tempo chamamos de “experiência de compra”, porém, em um nível ainda mais alto e interessante.

“O reconhecimento de voz ou facial, impressões digitais, a maneira como você segura o dispositivo, a pressão aplicada ao tocar a tela, a rapidez com a qual você digita etc. serão combinados em um mix com enorme potencial de segurança e conforto para os usuários. Isso fará com que as experiências de pagamento P2B, B2B e P2P continuem a evoluir de modo vertiginoso, gerando, aí sim, maior prazer e alegria para os clientes”, afirma.

Fonte: eMobile (http://www.emobile.com.br/site/varejo/tecnologias-para-o-varejo-de-moveis/)

Problemas com a imagem

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Varejista de Móveis, Artigos de Colchoaria, Tapeçaria e Decorações do Estado do Tocantins

  • Endereço:
    Rua Joaquim Gava 95-B Jardim América Araguaína-TO
  • CEP: 77805-206
  • Processo: 425
  • Telefone(s):(63) 3412-3619
  • Email contato: sicomov@hotmail.com
  • Presidente:
    ANSELMO JOSÉ MARTINS DA SILVA MORAES